Mãe diz ter sido impedida de amamentar em terminal de ônibus

97
0
Thais Magalhães afirmou que foi abordada por três seguranças no terminal Vila Luzita, em Santo André, na Grande São Paulo. Eles teriam alegado atentado violento ao pudor e ameaçado chamar a polícia, caso ela insistisse em amamentar o filho de um mês. A prefeitura de Santo André informou que não existe lei municipal ou orientação que restrinja a amamentação em local público. A Suzantur, concessionária do terminal, negou a conduta dos funcionários. ‘Nenhum deles [colaboradores] relatou quaisquer fatos anormais e que no período da manhã não trabalha nenhum funcionário com o nome citado.’

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.