Henfil recebe Encontro Intersetorial para População em Situação de Rua

53
0
Ações estratégicas para população em situação de rua - Foto: Marcos Fabricio

O Cineteatro Henfil recebeu, na manhã desta quarta-feira (12/12), o 1º Encontro Intersetorial de Planejamento de Ações Estratégicas: A invisibilidade social da População em Situação de Rua. O encontro recebeu profissionais que têm ligação com a Secretaria de Políticas Inclusivas, que descreveram as ações que o município vai desenvolver futuramente para essas pessoas.

“Nós temos aqui em Maricá um governo que se preocupa com todas as questões do indivíduo, inclusive a vida desses que estão em situação de rua. Criaremos, no futuro, um centro pernoite e um centro dia, onde eles não farão apenas suas alimentações e higiene, como nos abrigos e, sim, teremos atividades que irão resgatar a cidadania deles, com oficinas e trabalhos terapêuticos, voltados para quem perdeu tudo e encontra nas ruas seu lar”, disse a secretária de Políticas Inclusivas, Sheila Pinto.

Mariana Frizieiro, mestre em Políticas Sociais, apresentou os objetivos do Programa de Ações Estratégicas Integradas com enfoque na Inclusão, Defesa e Promoção dos Direitos Sociais. “A Secretaria de Políticas Inclusivas pode ser a fomentadora desse processo de reconstrução da cidadania da pessoa em situação de rua e nós estamos trabalhando para que eles tenham as melhores possibilidades”, explicou.

Rogério da Costa Carvalho, de 55 anos, há quatro mora nas ruas da cidade. Antes, trabalhou na empresa de limpeza urbana de Maricá, mas depois do término do trabalho, passou a contar com o auxílio dos serviços de assistência social do município. Vindo da cidade do Rio, Rogério morava durante uns anos em cada município que passava. Maricá foi onde se instalou mais tempo. “Eu achei esta iniciativa boa e estou esperando que as coisas melhorem ainda mais para mim. Acabei de terminar o curso de eletricista que a Prefeitura oferece de graça e enquanto não consigo trabalho, fico pelo Caps (Centro de Apoio Psicossocial), onde conheço as meninas, vou para o acolhimento. Acho que as coisas vão começar a mudar”, concluiu.

Fonte: Prefeitura Municipal de Maricá

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.