Ex-presidente peruano morre após atirar em si mesmo antes de ser preso

27
0
Alan García teria atirado em si mesmo depois da chegada de policiais em sua casa. Ele foi levado a um hospital, mas não resistiu, segundo a agência AFP apurou com membros do partido do político. A Justiça do Peru havia determinado a prisão de dez dias de García pela acusação de receber dinheiro ilegal da empreiteira brasileira Odebrecht em uma campanha eleitoral em 2006.
Autoridades o levaram para o hospital Casimiro Ulloa, na capital Lima, onde passou por uma “cirurgia de risco”, segundo fontes da mídia peruana. Oficiais da Divisão de Investigação de Delitos de Alta Complexidade encontraram García já ferido. Segundo o jornal peruano El Comercio, o tiro que Alan García deu em si mesmo atingiu a cabeça e ele não resistiu.
O disparo na cabeça ocorreu pouco antes de agentes de segurança chegarem em sua residência, onde seria detido preventivamente. Ele estava sob investigação por supostos subornos na construção de uma linha de metrô na capital, em um escândalo envolvendo a Odebrecht.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.