Explosões em série deixam mais de 200 mortos no Sri Lanka

25
0
Uma série de explosões em três hotéis de luxo e três igrejas mataram pelo menos 185 pessoas no Sri Lanka neste domingo de Páscoa (21/04). Segundo agências de notícias, há ainda cerca de 469 pessoas feridas.
Os atentados foram registrados na capital, Colombo, e nas regiões de Katana e Batticaloa por volta das 8h45 (0h15, no horário de Brasília). Uma sétima explosão foi relatada em um hotel próximo ao zoológico em Dehiwala, no sul de Colombo.
Até o momento, nenhum grupo reivindicou autoria dos atentados. O governo impôs toque de recolher das 18h às 6h (horário local) e anunciou bloqueio temporário do uso das principais redes sociais no país.
Os ataques contra minorias religiosas na ilha vêm se repetindo. Os últimos de relevância aconteceram em 2018, com confrontos entre muçulmanos e budistas. No Sri Lanka a população cristã representa 7%, enquanto os budistas são cerca de 70%, os hinduístas 13% e os muçulmanos 10%.

“Cenas horríveis. Vi membros amputados derramados por todos lados. Equipes de emergência estão espalhadas em todos os pontos”, relatou o ministro para Reformas Econômicas e Distribuição Pública do país, Harsha de Silva.

As explosões atingiram três cidades diferentes do Sri Lanka. Além da capital Colombo, também houve ocorrências em Katana e Batticaloa.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.