Fim das cotas para mulheres na política está na pauta da CCJ

25
0

Os senadores vão votar à favor de um projeto de lei pra acabar com a reserva de 30% das vagas e dos recursos para candidaturas de mulheres.

Se já temos poucas representantes dentro das estruturas de poder político, imagina sem a lei que obriga os partidos a reforçarem essas candidaturas? Lugar de mulher é na política!

O relator e a presidenta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) já mostraram que são contra o projeto criado pelo senador Angelo Coronel.

Apesar da máscara de boa intenção de evitar fraudes, o projeto atenta contra a mais importante conquista das mulheres desde o direito ao voto, estabelecido em 1932.

A revogação da garantia de 30% das candidaturas dos partidos e dos recursos de campanha destinados às mulheres é um enorme retrocesso de direitos. Foi justamente em 2018 que começamos a avançar na quantidade de mulheres dentro do Congresso com a aprovação do repasse de recursos do fundo partidário para candidaturas femininas. O escândalo envolvendo candidatas laranjas deve ser investigado junto aos partidos, e não com a extinção das cotas. A aprovação da lei prejudicará ainda mais a representatividade feminina no legislativo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.