Brechós: Para quem quer vestir bem pagando pouco

96
0

Resultado de imagem para brechós

Durante muito tempo os brechós foram associados à pobreza, cafonice e outras características pejorativas afinal, comprar e vestir roupas usadas é algo incomum. Há quem diga ainda algo como “Nossa, mas você vai usar algo de morto?” Mas saiba que tudo isso são apenas preconceitos.

Atualmente os brechós se mostram como uma alternativa viável para se vestir bem gastando pouco. Há roupas de ótimas qualidade por um baixo preço e mais, há ainda brechós sociais que o dinheiro que você investe vai ajudar outras pessoas. Além de beneficiar a economia investindo no comércio de pequenas lojas, a prática descentraliza o poder das mãos de grandes monopólios da moda e vestuário!

Os brechós existentes hoje não tem nada a ver com os que eram anos atrás, pois passaram por uma transformação tecnológica: as peças podem ser encontradas facilmente até na internet através dos brechós virtuais, que hoje estão em plataformas digitais como redes sociais e sites de venda uma inovação que tem expandido e ressignificado a ação de adquirir peças usadas.

Se engana quem acha que os canais alternativos de compra são destinados apenas a pessoas com pouco poder aquisitivo. Existem também muitos brechós de luxo que oferecem peças exclusivas de marcas famosas Brasil afora, mas que continuam sendo uma oportunidade para quem não pode pagar muito em uma peça especial.

Além das questões econômicas, os brechós possibilitam resoluções ecológicas, pois com a rotatividade das peças, o descarte será menor e haverá redução de danos no meio ambiente. Seja vendendo peças usadas ou comprando barato, todos saem ganhando. Ou seja, além de se vestir bem por um baixo custo você ainda sai ajudando o meio ambiente!

Nos últimos anos os brechós têm servido de fonte de inspiração para quem quer se vestir bem e se expressar fugindo dos padrões de gênero e rompendo as ditaduras da moda.

A versatilidade é tão grande que existem brechós especializados em roupas afro, queer e até não binárias (sem gênero específico). Ou seja, tem brechó pra todo mundo – pros manos, pras manhas e para as monas.

Eu mesma sou cliente assídua de brechós e morro de amores, tem dica de brechós? Manda pra gente.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.