A ‘partícula-fantasma’ que pode esclarecer origens do Universo

71
0
Uma equipe internacional de cientistas descobriu que a fonte de misteriosos neutrinos de alta-energia (chamados de partícula-fantasma por terem a capacidade de atravessar qualquer tipo de matéria), encontrados no Pólo Sul da Terra, fica a 3,7 bilhões de anos-luz, na Constelação de Órion. Com a detecção, seria possível usar os neutrinos para entender melhor as dinâmicas do Universo – afinal, uma vez que eles são emitidos, eles viajam em linha reta, atravessando planetas e estrelas.
Detectada a emissão de neutrinos de alta energia provenientes de uma região compatível com a posição de um blazar (TXS 0506+056) que estava justamente sofrendo um flare em raios-gama!
Os pesquisadores já sabem que a origem de neutrinos observados na Antártica são um blazar, ou seja, um corpo celeste altamente energético associado a um buraco negro no centro de uma galáxia.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.