Laboratório é suspeito de fornecer resultados falsos em exames de câncer

93
0
O caso aconteceu em Pelotas, no Rio Grande do Sul – um laboratório que presta serviço para a prefeitura da cidade é suspeito de analisar exames de papanicolau por amostragem. Apenas um em cada 100 testes era realmente examinado. Com isso, mesmo mulheres com sintomas aparentes de problemas no colo do útero, incluindo câncer, tinham diagnósticos considerados normais. A secretária de saúde de Pelotas afirmou que o ‘tem confiança no laboratório’ e que o mesmo se comprometeu a entregar um relatório sobre os exames até terça-feira.
Laboratório é suspeito de fraudar resultados referentes a pacientes com suspeita de câncer no colo uterino. Apenas 1 em cada 100 exames de papanicolau era realmente analisado. Mesmo pacientes com lesões aparentes recebiam resultados de exames “normais”.
Em Pelotas os exames de Papanicolau eram feitos por amostragem: 5 a cada 500 pacientes, gerando falsos normais. Agora os casos avançados de câncer que poderiam ter sido tratados estão aparecendo. É o completo desprezo pela vida das mulheres. A cada 500 exames só 5 era analisados. Os outros retornavam do laboratório como ‘NORMAL”. Em 6 anos, os índices de câncer de útero nas mulheres de Pelotas reduziu a quase zero. Resultado:Agora elas estão chegando ao hospital em estado avançado de metástase.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.