Procon Maricá dá dicas para consumidor não cair em “black fraude”

30
0

Na próxima sexta-feira (23/11), acontece mundialmente um evento comercial chamado de “Black Friday”, quando diversas lojas prometem oferecer produtos com grandes descontos. O Brasil segue essa tendência mundial e muitas lojas por aqui aderiram ao movimento. Mas o consumidor precisa ficar ligado para não ser lesado.

Angélica Spindola, coordenadora do Procon Maricá (que é ligado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do município), afirma que o dia de descontos é uma oportunidade para que lojistas provem sua capacidade de manter uma relação comercial transparente com os consumidores, oferecendo descontos reais nos produtos anunciados. “Nenhum comerciante é obrigado a participar da Black Friday, mas os que participarem devem fazer por merecer a confiança de seus clientes”, afirma. “Estaremos atentos e qualquer abuso detectado será prontamente combatido com os instrumentos previstos pelo Código de Defesa do Consumidor”, complementou.

Um dos principais fluxos de vendas na Black Friday acontece na internet. Por isso, o Procon Maricá preparou uma série de dicas para que o consumidor não seja lesado ou faça compras ruins na próxima sexta-feira:

  • Não faça compras por impulso. Analise seu orçamento e reflita se você realmente precisa daquilo e se a compra não vai desequilibrar suas finanças;
  • Mantenha-se atento aos preços antes e durante a ‘Black Friday’, bem como as condições de pagamento disponibilizadas pelos diversos fornecedores. No dia, confira se o produto faz parte da Black Friday e compare seu preço com os que você coletou;
  • Atenção com os sites falsos e fraudulentos. Eles costumam ser idênticos aos originais e prometem valores irreais. Em caso de dúvida, ligue para o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da empresa e confira se o preço praticado é aquele mesmo;
  • Grave todas as telas e comunicações eventualmente realizadas com o fornecedor;
  • Antes de realizar uma compra em um site, confira se o estabelecimento faz parte dessa “lista negra”: http://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php. Essa lista é composta por sites que cometeram fraudes ou que não puderam ser encontrados quando notificados. A reputação do vendedor também é importante. Os sites www.reclameaqui.com.br e www.consumidor.gov.br são boas fontes de avaliação de vendedores;
  • O site deve conter o nome da empresa, endereço físico e demais informações necessárias para que o fornecedor possa ser localizado e contatado. O Procon Maricá recomenda ligar para confirmar todos os dados;
  • Verifique se o site é seguro: no momento da transação, confira se no canto inferior da tela há um cadeado ou chave. Atualize seu programa antivírus, bem como os programas de monitoramento contra spywares e firewall;
  • Forneça apenas os dados solicitados pelo site durante a transação;
  • Guarde todos os dados da compra, como o nome do site, produtos pedidos, valor pago, forma de pagamento, data de entrega do produto e número de protocolo da compra ou do pedido, se houver;
  • O consumidor pode desistir da compra em até sete dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço. Trata-se do “Direito de Arrependimento”. O fornecedor deve informar, de maneira clara e ostensiva, os meios adequados e eficazes para o exercício do direito de arrependimento pelo consumidor;
  • Não faça compras ou qualquer operação bancária utilizando computadores de Lan Houses ou cybercafés. Eles podem conter programas maliciosos que furtam números de cartões de crédito e senhas;
  • Não se deixe pressionar pelos cronômetros em contagem regressiva na tela indicando o término da promoção. Trata-se de pressão para que você conclua a compra sem pensar muito.

O consumidor que necessitar de orientação pode obtê-la através do telefone (21) 2634-1342, por WhatsApp através do número (21) 96831-0475, por mensagem na página www.facebook.com/proconmarica ou diretamente na sede, localizada no prédio dos Serviços Integrados Municipal (SIM), localizado na Rua Álvares de Castro, 2525 – Centro, das 8h às 17h. Agentes da autarquia também estão realizando atendimentos na Unidade Móvel, que está localizado na Av. Vitória Régia, s/n – Complexo de Segurança do Barroco, em Itaipuaçu.

(Prefeitura de Maricá)

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.